Carregando...
Jusbrasil - Legislação
04 de junho de 2020

Decreto 10367/20 | Decreto nº 10.367, de 22 de maio de 2020

Publicado por Presidência da Republica - 1 semana atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

Altera o Decreto nº 8.489, de 10 de julho de 2015, que aprova a Estrutura Regimental e o Quadro Demonstrativo dos Cargos em Comissão e das Funções de Confiança do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT e remaneja e transforma cargos em comissão e funções de confiança. Ver tópico (1 documento)

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA , no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, caput, inciso VI, alínea a, da Constituição, DECRETA :

Art. 1º Ficam remanejados, na forma do Anexo I, os seguintes cargos em comissão do Grupo-Direção e Assessoramento Superiores - DAS e Funções Comissionadas do Poder Executivo - FCPE: Ver tópico

I - do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT para a Secretaria de Gestão da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia: Ver tópico

a) cinco DAS 101.4; Ver tópico

b) seis FCPE 102.3; e Ver tópico

c) três FCPE 102.2; e Ver tópico

II - da Secretaria de Gestão da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia para o DNIT: Ver tópico

a) três DAS 101.3; Ver tópico

b) nove DAS 102.3; Ver tópico

c) dois DAS 103.4; Ver tópico

d) cinco FCPE 101.3; Ver tópico

e) cinco FCPE 101.2; Ver tópico

f) dezenove FCPE 101.1; e Ver tópico

g) uma FCPE 102.1. Ver tópico

Art. 2º Ficam transformados, na forma do Anexo II, nos termos do disposto no art. da Lei nº 13.346, de 10 de outubro de 2016, os seguintes cargos em comissão do Grupo-DAS e FCPE: Ver tópico

I - quatro DAS-4 e três DAS-2 em nove DAS-3; e Ver tópico

II - três FCPE-4, três FCPE-3 e uma FCPE-2 em dezenove FCPE-1. Ver tópico

Art. 3º Os ocupantes dos cargos em comissão e das funções de confiança que deixam de existir na Estrutura Regimental do DNIT por força deste Decreto ficam automaticamente exonerados ou dispensados. Ver tópico

Art. 4º O Anexo I ao Decreto nº 8.489, de 10 de julho de 2015, passa a vigorar com as seguintes alterações: Ver tópico

“Art. 1º O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT, autarquia federal criada pela Lei nº 10.233, de 5 de junho de 2001, vinculada ao Ministério da Infraestrutura, com personalidade jurídica de direito público e autonomia administrativa, patrimonial e financeira, com sede e foro na cidade de Brasília, Distrito Federal, é órgão gestor e executor, em sua esfera de atuação, da infraestrutura de transporte terrestre e aquaviário do Sistema Federal de Viação, e tem por competências:

I - implementar a política estabelecida para a administração da infraestrutura do Sistema Federal de Viação, de competência do Ministério da Infraestrutura, que compreende a sua operação, manutenção, restauração ou reposição, adequação de capacidade e ampliação por meio de construção de novas vias e terminais, de acordo com os princípios e as diretrizes estabelecidas na Lei nº 10.233, de 2001;

......................................................................................................................

IV - fornecer ao Ministério da Infraestrutura informações e dados para subsidiar a formulação dos planos gerais de outorga e de delegação dos segmentos da infraestrutura viária;

......................................................................................................................

VI - gerenciar, diretamente ou por meio de convênios de delegação ou de cooperação, projetos e obras de construção e ampliação de rodovias, ferrovias, vias navegáveis, eclusas ou outros dispositivos de transposição hidroviária de níveis em hidrovias situadas em corpos de água da União e instalações portuárias públicas de pequeno porte, decorrentes de investimentos programados pelo Ministério da Infraestrutura e autorizados pelo Orçamento Geral da União;

VII - participar de negociações de empréstimos com entidades públicas e privadas, nacionais e internacionais, para financiamento de programas, projetos e obras de sua competência, sob a coordenação do Ministério da Infraestrutura;

......................................................................................................................

XI - elaborar o relatório anual de atividades e desempenho, de modo a destacar o cumprimento das políticas do setor, e enviá-lo ao Ministério da Infraestrutura;

......................................................................................................................

XXI - propor ao Ministro de Estado da Infraestrutura a definição da área física dos portos que lhe são afetos;

......................................................................................................................

XXIII - submeter anualmente ao Ministério da Infraestrutura a sua proposta orçamentária, nos termos da legislação em vigor, e as alterações orçamentárias que se fizerem necessárias no decorrer do exercício;

......................................................................................................................

§ 3º O DNIT observará as prerrogativas específicas da Autoridade Marítima no exercício das competências previstas neste artigo relativas às vias navegáveis e às instalações portuárias.

......................................................................................................................

§ 5º O DNIT poderá prestar suporte no monitoramento da execução das obras realizadas por meio de participação da união no capital, quando solicitado pelo Ministério supervisor, nos termos do regulamento editado pelo Ministério da Infraestrutura.” (NR)

“Art. 3º ........................................................................................................

......................................................................................................................

§ 2º Os Diretores serão indicados pelo Ministro de Estado da Infraestrutura e nomeados pelo Presidente da República, após aprovação pelo Senado Federal, nos termos do disposto nos art. 88 e art. 88-A da Lei nº 10.233, de 2001.” (NR)

“Art. 5º ........................................................................................................

I - o Secretário-Executivo do Ministério da Infraestrutura, que o presidirá;

......................................................................................................................

III - dois representantes do Ministério da Infraestrutura; e Ver tópico

IV - dois representantes do Ministério da Economia.

§ 1º O substituto do Presidente do Conselho de Administração será designado pelo Ministro de Estado da Infraestrutura.

......................................................................................................................

§ 3º As autoridades máximas dos órgãos referidos nos incisos de III e IV do caput indicarão seus representantes, que serão designados pelo Ministro de Estado da Infraestrutura.” (NR)

“Art. 6º O Conselho de Administração se reunirá ordinariamente trimestralmente e extraordinariamente sempre que convocado pelo seu Presidente ou por dois Conselheiros e será lavrada ata de suas deliberações.” (NR)

“Art. 8º ........................................................................................................

......................................................................................................................

II - definir os parâmetros e critérios para elaboração dos planos e programas de trabalho e de investimentos do DNIT, em conformidade com as diretrizes e prioridades estabelecidas pelo Ministério da Infraestrutura;

......................................................................................................................

V - aprovar o relatório anual de atividades e desempenho a ser enviado ao Ministério da Infraestrutura;

...........................................................................................................” (NR)

“Art. 9º ........................................................................................................

......................................................................................................................

XIII - aprovar a proposta orçamentária anual a ser submetida à apreciação do Conselho de Administração, para posterior encaminhamento ao Ministério da Infraestrutura;

......................................................................................................................

XVI - submeter ao Conselho de Administração o relatório anual de atividades e desempenho, a ser enviado ao Ministério da Infraestrutura.

...........................................................................................................” (NR)

“Art. 11. ......................................................................................................

......................................................................................................................

III - coordenar o processo de planejamento estratégico do DNIT; e Ver tópico

IV - coordenar e supervisionar as atividades da secretaria da Diretoria.” (NR)

“Art. 12. ......................................................................................................

......................................................................................................................

II - produzir, semestralmente e quando julgar oportuno, relatório circunstanciado de suas atividades e encaminhá-lo ao Diretor-Geral e ao Ministério da Infraestrutura.” (NR)

“Art. 15. .......................................................................................................

......................................................................................................................

§ 1º A instauração de sindicâncias e de processos administrativos disciplinares relativos a atos da Diretoria ou de seus membros será da competência do Ministro de Estado da Infraestrutura.

...........................................................................................................” (NR)

“Art. 17. À Diretoria de Administração e Finanças, compete:

I - planejar, coordenar, supervisionar e executar as atividades relacionadas aos Sistemas de Pessoal Civil da Administração Federal, de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação, de Serviços Gerais, de Planejamento e de Orçamento Federal, de Contabilidade Federal, de Administração Financeira Federal e de Organização e Inovação Institucional do Governo Federal;

II - administrar o patrimônio do DNIT, ressalvadas as competências dos órgãos específicos singulares previstas na Seção V; e Ver tópico

III - planejar, coordenar, supervisionar e executar as atividades relacionadas às licitações e contratos e à tecnologia da informação.” (NR)

“Art. 18. ......................................................................................................

......................................................................................................................

II - gerenciar a revisão de projetos de engenharia na fase de execução de obras;

III - exercer o poder normativo relativo à utilização da infraestrutura de transporte ferroviário, observado o disposto no art. 82 da Lei nº 10.233, de 2001; e Ver tópico

IV - administrar o patrimônio do DNIT referente à infraestrutura ferroviária.” (NR)

“Art. 20. ......................................................................................................

......................................................................................................................

II - promover pesquisas, estudos e projetos nas áreas de engenharia da infraestrutura de transportes, considerando, inclusive, os aspectos relativos ao meio ambiente; e Ver tópico

III - planejar, orientar, coordenar e supervisionar as atividades relativas à definição de custos referenciais de obras e serviços referentes à infraestrutura de transportes.” (NR)

“Art. 21. ......................................................................................................

......................................................................................................................

II - gerenciar a revisão de projetos de engenharia na fase de execução de obras;

III - exercer o poder normativo relativo à utilização das vias navegáveis, eclusas ou outros dispositivos de transposição hidroviária de níveis em hidrovias situadas em corpos de água de domínio da União e das instalações portuárias públicas de pequeno porte, observado o disposto no art. 82 da Lei nº 10.233, de 2001; e Ver tópico

IV - administrar o patrimônio do DNIT referente à infraestrutura aquaviária.” (NR)

“Art. 22. Às Superintendências Regionais, compete programar, coordenar, fiscalizar e orientar a execução de planos e programas com vistas ao diagnóstico, ao prognóstico e às ações nas áreas de engenharia e operações, rodoviárias, ferroviárias e aquaviárias, para garantir a fluidez do tráfego e a navegabilidade dos rios, em condições operacionais e econômicas ideais, com segurança e zelo pela preservação do meio ambiente.” (NR)

“Art. 23. Os órgãos descentralizados poderão ter as suas estruturas organizadas de acordo com a extensão de sua malha viária e complexidade administrativa, conforme disposição em regimento interno.” (NR)

“Art. 24. .......................................................................................................

......................................................................................................................

V - promover a articulação do DNIT com o Ministério da Infraestrutura e com outros órgãos e entidades públicas ou privadas; e ......................................................................................................................

§ 2º O Diretor-Geral poderá delegar as competências previstas nos incisos III e IV do caput, exceto as que forem de natureza normativa.

...........................................................................................................” (NR)

“Art. 29-A. O DNIT exercerá a competência disposta no inciso IX do caput do art. 35 da Lei nº 13.844, de 18 de junho de 2019, por meio da projetação, acompanhamento e execução, direta ou indireta, de obras ou de serviços de engenharia em portos organizados decorrentes de investimentos programados pelo Ministério da Infraestrutura e autorizados pelo Orçamento Geral da União.” (NR)

Art. 5º O Anexo II ao Decreto nº 8.489, de 2015, passa a vigorar na forma do Anexo III a este Decreto. Ver tópico

Art. 6º Aplica-se o disposto nos art. 13 ao art. 19 do Decreto nº 9.739, de 28 de março de 2019, quanto ao regimento interno, ao registro de dados no Sistema de Organização e Inovação Institucional do Governo Federal - Siorg, à permuta entre DAS e FCPE e à realocação de cargos em comissão e funções de confiança na Estrutura Regimental do DNIT. Ver tópico

Art. 7º O Diretor-Geral do DNIT publicará, no Diário Oficial da União, no prazo de trinta dias, contado da data de entrada em vigor deste Decreto, a relação nominal dos titulares dos cargos em comissão e das funções de confiança a que se refere o Anexo II do Decreto nº 8.489, de 2015, que indicará, inclusive, o número de cargos e funções vagos, suas denominações e seus níveis. Ver tópico

Art. 8º Ficam revogados os seguintes dispositivos do Anexo I ao Decreto nº 8.489, de 2015: Ver tópico

I - a alínea b do inciso VI do caput do art. 2º; Ver tópico

II - o inciso V do caput do art. 5º; e Ver tópico

III - o inciso V do caput do art. 11. Ver tópico

Art. 9º Este Decreto entra em vigor em 17 de junho de 2020. Ver tópico

Brasília, 22 de maio de 2020; 199º da Independência e 132º da República.

JAIR MESSIAS BOLSONARO

Paulo Guedes

Tarcisio Gomes de Freitas

Este texto não substitui o publicado no DOU de 22.5.2020 - Edição extra

ANEXO I

REMANEJAMENTO DE CARGOS EM COMISSÃO DO GRUPO-DIREÇÃO E ASSESSORAMENTO SUPERIORES -DAS E DE FUNÇÕES COMISSIONADAS DO PODER EXECUTIVO - FCPE

a) DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES - DNIT PARA A SECRETARIA DE GESTÃO DA SECRETARIA ESPECIAL DE DESBUROCRATIZAÇÃO, GESTÃO E GOVERNO DIGITAL DO MINISTÉRIO DA ECONOMIA:

CÓDIGO

DAS-UNITÁRIO

DO DNIT PARA A SEGES/ME

QTD.

VALOR TOTAL

DAS 101.4

3,84

5

19,20

SUBTOTAL 1

5

19,20

FCPE 102.3

1,26

6

7,56

FCPE 102.2

0,76

3

2,28

SUBTOTAL 2

9

9,84

TOTAL

14

29,04

b) DA SECRETARIA DE GESTÃO DA SECRETARIA ESPECIAL DE DESBUROCRATIZAÇÃO, GESTÃO E GOVERNO DIGITAL DO MINISTÉRIO DA ECONOMIA PARA O DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES - DNIT:

CÓDIGO

DAS-UNITÁRIO

DA SEGES/ME PARA O DNIT

QTD.

VALOR TOTAL

DAS 101.3

2,10

3

6,30

DAS 102.3

2,10

9

18,90

DAS 103.4

3,84

2

7,68

SUBTOTAL 1

14

32,88

FCPE 101.3

1,26

5

6,30

FCPE 101.2

0,76

5

3,80

FCPE 101.1

0,60

19

11,40

FCPE 102.1

0,60

1

0,60

SUBTOTAL 2

30

22,10

TOTAL

44

54,98

ANEXO II

DEMONSTRATIVO DOS CARGOS EM COMISSÃO DO GRUPO-DIREÇÃO E ASSESSORAMENTO SUPERIORES - DAS E FUNÇÕES COMISSIONADAS DO PODER EXECUTIVO - FCPE TRANSFORMADOS NOS TERMOS DO DISPOSTO NO ART. DA LEI Nº 13.346, DE 10 DE OUTUBRO DE 2016

a) CARGOS EM COMISSÃO DO GRUPO-DIREÇÃO E ASSESSORAMENTO SUPERIORES - DAS:

CÓDIGO

DAS-UNITÁRIO

SITUAÇÃO ATUAL (a)

SITUAÇÃO NOVA (b)

DIFERENÇA

(b - a)

QTD.

VALOR TOTAL

QTD.

VALOR TOTAL

QTD.

VALOR TOTAL

DAS-4

3,84

4

15,36

-

-4

-15,36

DAS-3

2,10

-

9

18,90

9

18,90

DAS-2

1,27

3

3,81

-

-3

-3,81

TOTAL

7

19,17

9

18,90

2

-0,27

b) FUNÇÕES COMISSIONADAS DO PODER EXECUTIVO - FCPE:

CÓDIGO

DAS-UNITÁRIO

SITUAÇÃO ATUAL (a)

SITUAÇÃO NOVA (b)

DIFERENÇA

(b - a)

QTD.

VALOR TOTAL

QTD.

VALOR TOTAL

QTD.

VALOR TOTAL

FCPE-4

2,30

3

6,90

-

-3

-6,90

FCPE-3

1,26

3

3,78

-

-3

-3,78

FCPE-2

0,76

1

0,76

-

-1

-0,76

FCPE-1

0,60

-

19

11,40

19

11,40

TOTAL

7

11,44

19

11,40

12

-0,04

ANEXO III

(Anexo II ao Decreto nº 8.489, de 10 de julho de 2015)

a) QUADRO DEMONSTRATIVO DOS CARGOS EM COMISSÃO E DAS FUNÇÕES DE CONFIANÇA DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES:

UNIDADE

CARGO/ FUNÇÃO/Nº

DENOMINAÇÃO CARGO/FUNÇÃO

DAS/FCPE/FG

DIRETORIA

1

Diretor-Geral

DAS 101.6

2

Gerente de Projeto

DAS 103.4

3

Assessor Técnico

DAS 102.3

2

Assistente

FCPE 102.2

Serviço

1

Chefe

FCPE 101.1

2

Assistente III

FG-3

Coordenador-Geral de Integridade

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

1

Assessor Técnico

FCPE 102.3

GABINETE

1

Chefe de Gabinete

DAS 101.4

Divisão

1

Chefe

FCPE 101.2

Seção

1

Chefe

FG-1

Coordenação-Geral de Comunicação Social

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

Serviço

2

Chefe

FCPE 101.1

Seção

1

Chefe

FG-1

DIRETORIA-EXECUTIVA

1

Diretor

DAS 101.5

1

Assessor Técnico

DAS 102.3

Coordenação-Geral de Modernização e Gestão Estratégica

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

2

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

OUVIDORIA

1

Ouvidor

FCPE 101.3

1

Assistente

FCPE 102.2

1

Assistente II

FG-2

PROCURADORIA FEDERAL ESPECIALIZADA

1

Procurador-Chefe

DAS 101.5

3

Assistente

FCPE 102.2

3

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

CORREGEDORIA

1

Corregedor

DAS 101.4

1

Assistente

FCPE 102.2

1

Assistente II

FG-2

2

Assistente III

FG-3

AUDITORIA INTERNA

1

Auditor

DAS 101.4

1

Assistente

FCPE 102.2

1

Assistente II

FG-2

2

Assistente III

FG-3

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS

1

Diretor

DAS 101.5

1

Assessor Técnico

DAS 102.3

1

Assistente

FCPE 102.2

Setor

1

Chefe

FG-2

Coordenação-Geral de Orçamento e Finanças

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

3

Coordenador

FCPE 101.3

Divisão

4

Chefe

FCPE 101.2

1

Assistente II

FG-2

Núcleo

1

Chefe

FG-3

Coordenação-Geral de Recursos Logísticos

1

Coordenador- Geral

DAS 101.4

2

Coordenador

FCPE 101.3

Divisão

2

Chefe

FCPE 101.2

Seção

1

Chefe

FG-1

1

Assistente II

FG-2

Setor

2

Chefe

FG-2

Núcleo

2

Chefe

FG-3

Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

3

Coordenador

FCPE 101.3

Divisão

5

Chefe

FCPE 101.2

Seção

1

Chefe

FG-1

1

Assistente II

FG-2

Núcleo

1

Chefe

FG-3

Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

2

Coordenador

FCPE 101.3

Serviço

2

Chefe

FCPE 101.1

Seção

1

Chefe

FG-1

1

Assistente II

FG-2

Núcleo

1

Chefe

FG-3

Coordenação-Geral de Cadastro e Licitações

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

2

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

2

Assistente III

FG-3

DIRETORIA DE INFRAESTRUTURA FERROVIÁRIA

1

Diretor

DAS 101.5

1

Assessor Técnico

DAS 102.3

1

Assistente

FCPE 102.2

Setor

1

Chefe

FG-2

Coordenação-Geral de Obras Ferroviárias

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

2

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

Coordenação-Geral de Patrimônio Ferroviário

1

Coordenador- Geral

DAS 101.4

2

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

DIRETORIA DE INFRAESTRUTURA RODOVIÁRIA

1

Diretor

DAS 101.5

1

Assessor Técnico

DAS 102.3

1

Assistente Técnico

FCPE 102.1

1

Assistente

FCPE 102.2

Divisão

1

Chefe

FCPE 101.2

Setor

1

Chefe

FG-2

Coordenação-Geral de Construção Rodoviária

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

3

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

Coordenação-Geral de Manutenção e Restauração Rodoviária

1

Coordenador- Geral

DAS 101.4

4

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

Coordenação-Geral de Operações Rodoviárias

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

2

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

DIRETORIA DE PLANEJAMENTO E PESQUISA

1

Diretor

DAS 101.5

1

Assessor Técnico

DAS 102.3

1

Assistente

FCPE 102.2

Divisão

1

Chefe

FCPE 101.2

Setor

1

Chefe

FG-2

Coordenação-Geral de Desapropriação e

Reassentamento

1

Coordenador- Geral

DAS 101.4

2

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

Coordenação-Geral de Planejamento e Programação de Investimentos

1

Coordenador- Geral

DAS 101.4

3

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

Coordenação-Geral de Desenvolvimento e Projetos

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

4

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

Coordenação-Geral de Meio-Ambiente

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

3

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

Coordenação-Geral de Custos de Infraestrutura

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

2

Coordenador

FCPE 101.3

Divisão

1

Chefe

FCPE 101.2

Serviço

1

Chefe

FCPE 101.1

1

Assistente II

FG-2

Coordenação-Geral do Instituto de Pesquisas em Transportes

1

Coordenador- Geral

DAS 101.4

1

Coordenador

FCPE 101.3

Divisão

3

Chefe

FCPE 101.2

1

Assistente II

FG-2

Coordenação-Geral do Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

2

Coordenador

DAS 101.3

1

Assistente II

FG-2

DIRETORIA DE INFRAESTRUTURA AQUAVIÁRIA

1

Diretor

DAS 101.5

1

Assessor Técnico

DAS 102.3

Divisão

1

Chefe

FCPE 101.2

Setor

1

Chefe

FG-2

1

Assistente II

FG-2

Coordenação-Geral de Obras Aquaviárias

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

3

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

Coordenação-Geral de Operações Aquaviárias

1

Coordenador-Geral

DAS 101.4

4

Coordenador

FCPE 101.3

1

Assistente II

FG-2

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL TIPO A

1

Superintendente Regional

DAS 101.4

3

Coordenador

FCPE 101.3

Serviço

16

Chefe

FCPE 101.1

Seção

1

Chefe

FG-1

Núcleo

3

Chefe

FG-3

SUPERINTENDÊNCIAS REGIONAIS TIPO B

6

Superintendente Regional

DAS 101.4

18

Coordenador

FCPE 101.3

Serviço

111

Chefe

FCPE 101.1

Seção

6

Chefe

FG-1

Núcleo

18

Chefe

FG-3

SUPERINTENDÊNCIAS REGIONAIS TIPO C

2

Superintendente Regional

DAS 101.4

6

Coordenador

FCPE 101.3

Serviço

33

Chefe

FCPE 101.1

Seção

2

Chefe

FG-1

Núcleo

6

Chefe

FG-3

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL TIPO D

1

Superintendente Regional

DAS 101.4

3

Coordenador

FCPE 101.3

Serviço

14

Chefe

FCPE 101.1

Seção

1

Chefe

FG-1

Núcleo

2

Chefe

FG-3

SUPERINTENDÊNCIAS REGIONAIS TIPO E

3

Superintendente Regional

DAS 101.4

6

Coordenador

FCPE 101.3

Serviço

34

Chefe

FCPE 101.1

Seção

3

Chefe

FG-1

Núcleo

6

Chefe

FG-3

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL TIPO F

1

Superintendente Regional

DAS 101.4

1

Coordenador

FCPE 101.3

Serviço

5

Chefe

FCPE 101.1

Núcleo

1

Chefe

FG-3

SUPERINTENDÊNCIAS REGIONAIS TIPO G

7

Superintendente Regional

DAS 101.4

14

Coordenador

FCPE 101.3

Serviço

111

Chefe

FCPE 101.1

Seção

7

Chefe

FG-1

Núcleo

21

Chefe

FG-3

SUPERINTENDÊNCIAS REGIONAIS TIPO H

3

Superintendente Regional

DAS 101.4

6

Coordenador

FCPE 101.3

Serviço

37

Chefe

FCPE 101.1

Seção

3

Chefe

FG-1

Núcleo

9

Chefe

FG-3

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL TIPO I

1

Superintendente Regional

DAS 101.4

2

Coordenador

FCPE 101.3

Serviço

9

Chefe

FCPE 101.1

Seção

1

Chefe

FG-1

Núcleo

2

Chefe

FG-3

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL TIPO J

1

Superintendente Regional

DAS 101.4

2

Coordenador

FCPE 101.3

1

Coordenador

DAS 101.3

Serviço

16

Chefe

FCPE 101.1

Seção

1

Chefe

FG-1

Núcleo

3

Chefe

FG-3

b) QUADRO RESUMO DE CUSTOS DOS CARGOS EM COMISSÃO E DAS FUNÇÕES DE CONFIANÇA DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES:

CÓDIGO

DAS-UNITÁRIO

SITUAÇÃO ATUAL

SITUAÇÃO NOVA

QTD.

VALOR TOTAL

QTD.

VALOR TOTAL

DAS 101.6

6,27

1

6,27

1

6,27

DAS 101.5

5,04

7

35,28

7

35,28

DAS 101.4

3,84

56

215,04

51

195,84

DAS 101.3

2,10

-

-

3

6,30

DAS 102.3

2,10

-

-

9

18,90

DAS 103.4

3,84

-

-

2

7,68

SUBTOTAL 1

64

256,59

73

270,27

FCPE 101.3

1,26

109

137,34

114

143,64

FCPE 101.2

0,76

14

10,64

19

14,44

FCPE 101.1

0,60

373

223,80

392

235,20

FCPE 102.3

1,26

7

8,82

1

1,26

FCPE 102.2

0,76

15

11,40

12

9,12

FCPE 102.1

0,60

-

-

1

0,60

SUBTOTAL 2

518

392,00

539

404,26

FG-1

0,20

30

6,00

30

6,00

FG-2

0,15

32

4,80

32

4,80

FG-3

0,12

84

10,08

84

10,08

SUBTOTAL 4

146

20,88

146

20,88

TOTAL

728

669,47

758

695,41

*

×

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)